Moda dá mais um passo rumo à inclusão e Nova York apresenta coleção de jovem Down

Por Jairo Marques
Madeline Suart exibi sua coleção em NY
Madeline Suart exibi sua coleção em NY

Depois de dar amplo espaço para pessoas fora dos padrões tradicionais de peso, agora, o setor da moda avança para um novo público: o das pessoas com deficiência intelectual.

A jovem Madeline Stuart, 20, que é modelo [uma das únicas com Down no mundo], teve espaço para mostrar sua coleção de roupas na Semana de Moda de Nova York, no último domingo (13).

A coleção da garota, que nasceu na Austrália, tem um nome instigante: “21 Reasons Why”, que faz alusão tanto à idade que ela completará neste ano, como ao cromossomo 21, o que causa a Síndrome de Down.

Modelos com roupas da coleção de Madeline Stuart aguardam para entrar na passarela
Modelos com roupas da coleção de Madeline Stuart aguardam para entrar na passarela

De acordo como a ONG Movimento Down, estima-se que 400 mil pessoas são Down nos EUA e 270 mil no Brasil, público mais do que suficiente para uma ampla representação nos mais diversos setores.

Após a apresentação em NY, Madeline vai levar suas roupas para Paris e Los Angeles, outras cidades do mundo também estão no radar.

Madeline também é modelo e, agora, apresenta sua coleção
Madeline também é modelo e, agora, apresenta sua coleção

A pluralidade de identidades nos mais diversos campos sociais amplia a motivação e tem poder de escancarar portas.

Madeline é australina e deve levar a coleção para outras partes do mundo
Madeline é australina e deve levar a coleção para outras partes do mundo

Pessoas com Down, como já escrevi algumas vezes, têm feito avanços a passos largos em busca de espaços que, até então, eram tidos como “improváveis”, exemplos são acesso à universidade, às artes e aos direitos individuais.

* Imagens de Andrew Kelly/Reuters