Jairo Marques

Assim como você

 -

Jairo Marques, que é cadeirante, aborda aspectos da vida de pessoas com deficiência e de cidadania. Aqui, você encontra histórias de gente que, apesar de diferenças físicas, sensoriais, intelectuais ou de idade, vive de forma plena.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Maior site de empregos do país abre vagas e cadastro gratuitos para “malacabados”

Por Jairo Marques

Meu povo, a crise tá mais “braba” do cachorro de japonês, mas uma notícia pode levar alento às pessoas com deficiência que estejam desempregadas, que estão atrás de emprego ou querem analisar possibilidades de movimentar o corpão atrás de dinheiro e de maior interação social.

A empresa Catho, a maior em oferta de vagas pela internet do Brasil, resolveu dar gratuidade para o povão quebrado das partes navegue livremente em busca de uma colocação profissional entre suas milhares de oportunidades em todo o país.

Além disso, será possível cadastrar o currículo, também gratuitamente, para que potenciais recrutadores busquem o seu perfil e tentem enquadrá-lo em algum posto aberto e com suas características… uuuuuia!

Com a ação, que não me pareceu assistencialista, mas, sim, estratégica, o site pretende não só auxiliar pessoas com deficiência a encontrarem um “job” como também ser uma ferramenta para empresas pararem de xororô e encontram profissionais aptos e “bacanudos” para se enquadrarem na Lei de Cotas.

job

Para ter direito à gratuitidade, o interessado terá de baixar um documento diretamente do site da Catho, clicando neste link ou no bozo bozo , e preencher o que for pedido. Evidentemente que o interessado terá de comprovar sua condição “malacabada” seja física ou sensorialmente e terá de dispor de um currículo atualizado.

Um ponto que achei também interessante é que as pessoas com deficiência terão liberdade para surfar e se candidatar a qualquer tipo de vaga, não apenas àquelas, muitas vezes “trecheiras”, que algumas firmas dedicam às diferenças simplesmente para ficar ok com a lei e não para promover inclusão e avanço social.

Atualmente, há 290 mil vagas abertas no site, que consegue intermediar 10 mil contratações por mês. Bora trabalhar, zente?!

Blogs da Folha