Jairo Marques

Assim como você

 -

Jairo Marques, que é cadeirante, aborda aspectos da vida de pessoas com deficiência e de cidadania. Aqui, você encontra histórias de gente que, apesar de diferenças físicas, sensoriais, intelectuais ou de idade, vive de forma plena.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Aplicativo mede peso de cadeirante e ajuda quem não tem balança

Por Jairo Marques

“Qual o seu peso, tio?”

Sempre que me fazem essa pergunta, seja quando vou fazer algum exame médico, escolher uma roupa ou produto, seja para fazer alguma avaliação física, minha resposta costuma ser a mesma: “bastante”… 😛

Até agora, para que um cadeirante conseguisse saber o seu peso era necessário contratar uma comitiva para auxiliá-lo a se acomodar em uma balança tradicional ou lançar mão do uso daquelas medidoras de peso de boi, descontando, depois, o peso da cadeira.

Algumas clínicas de reabilitação possuem balanças específicas e têm técnicas de calcular o peso de uma pessoa com deficiência que não fica sozinha, em pé, em uma balança, mas isso passa pela complexidade de marcar uma consulta, deslocar-se…

Até nisso a vida de “malacabado” é “complicosa”. Enquanto os outros mortais comuns vão até a farmácia da esquina e descobrem o reflexo da feijoada do almoço na pança, para cadeirantes, saber o peso pode ser um mistério ao longo de toda a vida.

“Beleza, mas por que esse discurso todo?”

É que com as “modernidadchis”, com a tecnologia, esse entrave da vida quebrada está com os dias contados. Rodrigo Vertulo (engenharia eletrônica) e Victor Vieira (engenharia da computação), alunos da Fundação Santo André, do ABC Paulista, acabam de desenvolver um aplicativo que promete revelar o peso dos “malacabados”!

O Chiloapp, que roda em sistema androide e iOS, faz uma estimativa da massa corpórea do cidadão com base na medição do tríceps, abdômen e panturrilha (é preciso ter uma fita métrica em casa, claro).

chilo

Os estudantes se basearam em estudos científicos que apontam que algumas regiões corpóreas guardam relação de proporção e medida com o total de massa do indivíduo. Loko, né?!

A ideia do app, algo realmente original no universo da inclusão, partiu do Rodrigo, que é cadeirante e sempre teve dificuldades de saber suas arrobas… 😎

Para baixar gratuitamente a ferramenta, basta ir ao site chiloapp.com ou clicar no bozo! bozo

“Com pesagens constantes, o aplicativo vai gerando um gráfico que permite ao usuário saber se engordou, emagreceu ou manteve o peso. Além de pessoas com mobilidade reduzida, o aplicativo pode auxiliar também aqueles que estão fazendo dieta ou controle de peso, mas não tem uma balança por perto”, afirma Victor.

Achei “maraviwonderful” a iniciativa!

Blogs da Folha