Jairo Marques

Assim como você

 -

Jairo Marques, que é cadeirante, aborda aspectos da vida de pessoas com deficiência e de cidadania. Aqui, você encontra histórias de gente que, apesar de diferenças físicas, sensoriais, intelectuais ou de idade, vive de forma plena.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Um “malacabado” no caminho de Santiago

Por Jairo Marques

Dia após dia recebo relatos de pessoas com deficiência, que nesta humilde página são os “malacabados”, quebrando fronteiras inimagináveis daquilo que se pensa possível para suas realidades.

“Ixi, tio, a frase acima ficou meio complexa. Explicaí, nego?”

É simples, já há cegos em complexos cargos que exigem muita leitura, há surdos criando formas ninjas de se comunicarem, há “quebrados” escalando montanhas, há paralisados cerebrais, downs e tchuberubes em geral ganhando títulos acadêmicos.

Eu me recuso a achar que essa movimentação toda trata-se de “exemplos de superação”. Não é… é gente, são humanos, são cidadãos berrando aos quatro cantos do mundo que é tudo é possível quando se compreende, respeita-se e apoia-se a diversidade!

Esse rodamoinho de realizações tende a ganhar cada vez mais velocidade, pois com a visibilidade de um, outro se anima a fazer também, o que é fantástico para a inclusão, para a conquista de mais espaço social, de mais cidadania.

Pois bem, dentro desses casos “maraviwonderful” de quebra dos anteparos dessa Matrix em que fomos enfiados (os leitores antigos devem estar com “xodades do termo! Kkkkk), sim, um mundo paralelo onde tudo é “supostamente diferente”, há um que preciso rasgar o verbo por aqui.

Um amigo, um leitor e um cabra da peste de São José dos Campos, um “rapaizim” todo comprometido das partes, mais conhecido como Evandro Bonocchi, vai ser o primeiro cadeirante do Brasil sil sil a fazer o “Caminho de Santiago de Compostela”! Aêêêê

Na imagem, Evandro com a “famiage’: Em seu colo, o filho Domênico, e ao lado, a mulher, Fabíola

Evandrão (para saber mais sobre a vida dele, clica no bozo ) viaja no finalzinho de agosto e vai usar uma handbike (aquelas bicicletas para ‘dificientes’) em sua jornada, programada para durar 18 dias … (ai que preguiiiça 😀 )

Esse ‘menino bão’ diz que treina, em média, 35 quilômetros de pedaladas por dia e está mais preparado que aquela moça “Anita” para fazer o percurso que, no total, tem quase 800 quilômetros (ai que preguiiiça 2 😯 ).

Agora, saquem só que “belezera”: Vai ser possível acompanhar online, pelo site de um dos patrocinadores da jornada, por onde o meninão estará zanzando! Anotem aí o endereço www.panoramarastreamento.com.br

Na imagem, Evandro em sua bike. No detalhe, o rastreador que vai permitir saber por onde ele irá ‘zanzar’

Caso o bicho peque e ele fique cansadinho ou tenha algum imprevisto, ele poderá acionar um “botão de pânico” (uuuuia) que vai mandar um alarme para a empresa e, assim, mandar um pessoal para resgatar a equipe.

Toda a aventura vai ser acompanhada por treinadores, fotógrafo e ‘tudibão’.

Evandrão, em sua handbike, juntamente com a equipe que irá acompanhá-lo ao longo do caminho

Agora, o maaaais legal!

Com exclusividade, esse blog irá dar “pílulas” da viagem do Evandrão! Ao longo do intrigante e espiritual caminho, ele vai enviar fotos, pequenos relatos e chorar para a mãe que tá cansadinho… kkkkkkkkkkkkkk

“Sonho em fazer esse caminho há 17 anos… por algum tempo pensei que não seria mais possível, mas, graças a Deus, só perdi os movimentos das pernas… não a teimosia 😎 ! Poder realizar algo que tanto sonhei, tem um sabor indescritível e um valor imensurável!”

Boa viagem, queridão! Por aqui, “nóistudo” vamos ficar de olho!!!

Blogs da Folha